Sabemos que um dos principais motivos a levar as pessoas a procurar atividades físicas é a preocupação com o corpo. Algumas pessoas acabam optando pelo caminho “mais rápido”, como: dietas malucas, cirurgia plástica ou redução de estômago, e não levam em conta o bem-estar de seu corpo. Antes de escolher esses caminhos, lembre-se sempre de ter um acompanhamento médico.

A preocupação em manter o corpo bonito faz parte de um dos benefícios, mas não deve ser o principal. O foco deve estar em sua saúde e autoestima. Então apresentamos 10 motivos para movimentar o corpo com regularidade:

1 – Reduz o risco de AVC

No início de 2014, um trabalho apresentado na Conferência Internacional de Derrame, nos Estados Unidos, mostrou que mulheres que praticavam atividades moderadas – como uma simples caminhada – estavam 20% menos propensas a sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Lembrando que a atividade física reduz o risco, mas sozinha não é suficiente. Ela tem que estar alinhada a uma alimentação balanceada (com baixa ingestão de açúcar, gordura saturada e sódio), ao afastamento do cigarro e do excesso de bebida alcoólica e à manutenção de um sono de boa qualidade.

2 – Mantém os ossos saudáveis

Estudos mostram que o ideal é ter uma vida ativa desde a infância ou início da adolescência. Isso faz com que os ossos cresçam mais fortes e densos, formando uma espécie de reserva. Ao se exercitar, não são apenas os músculos que ficam mais fortes, os ossos também, principalmente se você fizer atividades como corrida, vôlei e basquete. Por serem exercícios de impacto, facilitam a fixação do cálcio no osso. No caso de mulheres, isso pode ajudar durante a menopausa, quando há perda de massa óssea.

3 – Ajuda no tratamento do glaucoma

Glaucoma é uma doença causada principalmente pela elevação da pressão intraocular, que provoca lesões no nervo ótico e, como consequência, comprometimento visual. Se não for tratado adequadamente, pode levar à cegueira. Mas a atividade física, aliada ao tratamento indicado pelo oftalmologista, pode ajudar no tratamento da doença, pois, ao se exercitar, ocorre uma série de alterações nos tecidos oculares que faz com que a pressão diminua e isso aliado ao tratamento indicado pelo seu oftalmologista.

4 – Protege o coração

Além de reduzir a pressão arterial, a prática de atividade física diminui as taxas de colesterol LDL (aquele que deixa a gordura se acumular nos vasos) e aumenta os níveis de partículas HDL, que fazem uma espécie de limpeza nas paredes das artérias. Assim, o risco de sofrer um infarto, por exemplo, é bem menor. Sem falar que adotar uma vida ativa é garantia para se ter um coração mais forte.

5 – Espanta a depressão

A depressão é uma doença e há evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores. Serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina são substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células e estão ligadas à sensação de prazer e bem-estar. O exercício físico aumenta a quantidade de neurotransmissores, que em indivíduos depressivos se encontram em falta.

6 – Previne demências

A demência está ligada a pessoas idosas e a doenças como Alzheimer e Parkinson. Os indivíduos que se exercitam no mínimo duas vezes por semana estão menos propensos a sofrer com essas doenças quando idosos. Até mesmo os que começam a prática em idade mais avançada desfrutam de tal benefício. Como dito no item 5, o exercício melhora a comunicação entre as células nervosas em várias áreas do cérebro e também promove o surgimento de neurônios na região do hipocampo, ligada à memória. O fluxo sanguíneo melhora bastante e, com isso, mais nutrientes e oxigênio chegam à massa cinzenta.

7 – Aumenta a criatividade

Em um estudo da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, especialistas investigaram a ligação da criatividade à atividade física. Foi constatado que aqueles que se exercitavam apresentavam uma capacidade criativa 60% maior do que os sedentários.

8 – Afasta o câncer de mama

Diversos estudos já demonstraram que fazer atividade física reduz o risco de câncer de mama. A explicação para esse elo estaria no fato de o esforço físico atuar contra hormônios e substâncias inflamatórias que influenciam no aparecimento de tumores. Além disso, a queima dos quilos extras também é fundamental para prevenir o câncer. “É que as células tumorais se abastecem de gordura, e o exercício acaba com ela”, explica Cassiano Neiva, da Unesp.

9 – Te deixa longe de males respiratórios

Asma, bronquite, câncer e DPOC (condição marcada pela união de bronquite e enfisema pulmonar) podem ser prevenidas com ajuda da atividade física. Quando se trata do sistema respiratório, os benefícios do esforço físico regular estão na melhor elasticidade da pleura (membrana que recobre os pulmões), maior capacidade de trocas gasosas pelos alvéolos pulmonares, fortalecimento dos músculos inspiratórios e expiratórios e a menor propensão a lesões e tumores.

10 – Dá um chega-pra-lá na TPM

O último benefício afeta diretamente as mulheres mas influencia a vida de todos ao seu redor. Se você é daquelas que sofrem com a irritação e as dores típicas do período pré-menstrual, considere começar o quanto antes a sua atividade favorita. A atividade física ajuda a aliviar a tensão, a ansiedade e até a diminuir as cólicas. A produção de endorfina, substância que provoca uma sensação de relaxamento e conforto no cérebro, é um dos principais mecanismos envolvidos nesse processo.

O ideal é praticar exercícios de forma regular. Comece com uma carga moderada, menos repetições e, aos poucos, vá intensificando. Não se esqueça: é fundamental ter o acompanhamento de um educador físico e, se você tiver algum problema de saúde, a orientação de um médico também. Caso o que você esteja procurando seja uma cirurgia plástica, a Tempo Cirurgia Plástica pode te ajudar a encontrar resultados que melhorem a sua autoestima.