Não. Segundo o Guideline1 americano, a respeito da prevenção de infecção cirúrgica, pacientes submetidos a cirurgias plásticas estéticas (cirurgias limpas) não se beneficiam do uso de antibióticos pós-operatórios, exceto em caso de uso de drenos. Atualmente a equipe da Tempo Cirurgia Plástica não usa drenos pós-operatórios em nenhum tipo de cirurgia e portanto não indica o uso de antibióticos após a operação.

A incidência de infecção cirúrgica em operações como Lipoaspiração (lipo)Mamoplastia de Aumento (silicone)Abdominoplastia (cirurgia do abdômen)Mamoplastia Redutora (plástica das mamas)Rinoplastia (cirurgia do nariz)Blefaroplastia (cirurgia da pálpebra) e Lift facial (cirurgia de rejuvenescimento facial) é muito baixa. A prevenção é feita preparando-se adequadamente o paciente, realizando-se o procedimento em ambiente adequado, de preferência especializado em cirurgias limpas (como as cirurgias plásticas), respeitando-se a correta técnica asséptica e ministrando dose profilática de antibiótico no momento que antecede a anestesia.

equipe Tempo Cirurgia Plástica procura se manter atualizada cientificamente e oferecer o que há de mais moderno e seguro para os seus pacientes, buscando resultados naturais que tenham impacto positivo na qualidade de vida e na autoestima das pessoas.

Referências

1 - Guideline Summary: Clinical practice guidelines for antimicrobial prophylaxis in surgery. [American Society of Health-System Pharmacists] (NGC) 2013