A mamoplastia de aumento, cirurgia de implante de prótese de silicone mamário, como qualquer procedimento cirúrgico, provoca dores no período pós-operatório, especialmente nos 3 primeiros dias. A intensidade dessa dor é variável de pessoa para pessoa e é frequentemente mais intensa quando o silicone é posicionado atrás do músculo (retromuscular) e quando o implante mamário é muito grande.

Após os primeiros 15 dias de cirurgia, as dores nas mamas reduzem-se drasticamente, mas sintomas como pontadas, fisgadas, repuxar e outros podem ser observados, sem necessariamente ser uma complicação. Por outro lado, pacientes com dor intensa nas mamas que duram mais de 6 semanas após a operação podem ser considerados como portadores de dor crônica.

A conduta diante de pacientes com dor crônica após a cirurgia deve seguir as seguintes etapas:

• Investigação e diagnóstico rigorosos

• Se lesão nervosa for confirmada ou altamente provável, iniciar tratamento conservador com massagem e dessensibilização com fricção por toalha e estimulação com água corrente durante o banho

• Se não houver melhora em 6 meses, o paciente deve ser encaminhado a um cirurgião especialista em nervos periféricos

A dor provocada por lesão nervosa pode apresentar-se de forma aguda em pontada ou queimação, associada com diminuição ou aumento da sensibilidade em uma área delimitada da pele. Tipicamente inicia-se logo após a cirurgia, mantendo-se por período prolongado além do tempo esperado de recuperação; entretanto, o início da dor por lesão nervosa pode ser tardio. A dor frequentemente localiza-se próxima à área de incisão e pode ser duplicada por estimulação com pinçamento. Alívio da dor com bloqueio anestésico é útil na confirmação de lesão nervosa.

A dor crônica pós-mamoplastia de aumento (silicone) é um evento raro, mas, por provocar prejuízo à qualidade de vida do paciente, deve ser abordada de forma adequada e respaldada pela literatura médica vigente.

E-book O Guia das cirurgias das mamas

A Tempo Cirurgia Plástica tem como compromisso melhorar a autoestima e a qualidade de vida das pessoas, priorizando segurança, esmero e carinho no tratamento de seus pacientes.

Referência:

Nerve Injuries in Aesthetic Breast Surgery: Systematic Review and Treatment Options Ivica Ducic, MD, PhD; Hesham M. Zakaria, MD; John M. Felder III, MD; and Sarah Fantus, BA Aesthetic Surgery Journal 2014, Vol. 34(6) 841–856 © 2014 The American Society for Aesthetic Plastic Surgery, Inc.