Como visto nos textos anteriores da série sobre rejuvenescimento facial, a maior parte dos sinais de envelhecimento é decorrente da combinação de 3 grandes alterações:

1. Piora da qualidade da pele

2. Perda de volume, especialmente dos ossos da face

3. Efeitos da gravidade com queda dos tecidos

No texto de hoje, serão apresentadas as melhores formas para restaurar o volume da face, utilizando recursos para aumentar segmentos anatômicos responsáveis por deixar as proporções mais harmônicas.

Com o passar do tempo, o rosto passa por transformações que alteram o volume da face e, a partir dos 30 anos, já é possível notar a perda de volume nas estruturas ósseas e na região subcutânea da pele.

Na imagem abaixo, é possível identificar as regiões do rosto que mais sofrem com essas mudanças:

Rejuvenescimento facial bh

Trazer de volta o volume dessas regiões é fundamental para alcançar o rejuvenescimento facial. Os principais recursos existentes são:

Preenchimento com ácido hialurônico: pode ser feito no consultório e tem duração de 1 a 2 anos.

Preenchimento com gordura: realizado em um centro cirúrgico, os resultados são definitivos.

Implante de próteses: dentre as várias existentes, as mais utilizadas são as de porex e as de silicone.

Avanço ósseo: especialmente indicado para o queixo, mandíbula e maxilar.

É importante destacar que, nos casos de rejuvenescimento facial, deve-se buscar a restauração do volume perdido com o passar do tempo, alcançando proporções semelhantes de quando o paciente era jovem. O uso inadequado de preenchimentos e até mesmo o aumento excessivo pode provocar deformidades faciais que tornam a aparência da face desagradável ao olhar. O objetivo deve ser sempre promover a restauração do volume natural, alcançando resultados sofisticados e pouco visíveis para quem observa.

No próximo texto, o 6º de uma série de 10, será abordado o tema: “Recursos cirúrgicos minimamente invasivos”. Não perca!

Referências bibliográficas:

1 – The art of aesthetic surgery : principles and techniques / Foad Nahai.

2 – Facial Plast Surg Clin North Am. 2015 May;23(2):129-136. doi: 10.1016/j.fsc.2015.01.002. Midface Anatomy, Aging, and Aesthetic Analysis. Levesque AY1, de la Torre JI2.

3 – Midface Skeletal Enhancement. Soares DJ, Silver WE. Facial Plast Surg Clin North Am. 2015 May;23(2):185-193. doi: 10.1016/j.fsc.2015.01.004. Review. PMID: 25921568

4 – Management of the Midface During Rhytidectomy. Mittelman H, Hershcovitch M. Facial Plast Surg Clin North Am. 2015 May;23(2):195-200. doi: 10.1016/j.fsc.2015.01.005. Review.

5 – Midface Volumization with Injectable Fillers. Tan M, Kontis TC. Facial Plast Surg Clin North Am. 2015 May;23(2):233-242. doi: 10.1016/j.fsc.2015.01.009. Epub 2015 Mar 9. Review.

6 – Facial Plast Surg Clin North Am. 2015 May;23(2):221-231. doi: 10.1016/j.fsc.2015.01.008. Midface Sculpting with Autologous Fat. Rabach LA1, Glasgold RA2, Lam SM3, Glasgold MJ2.