A trombose é uma das complicações mais temidas de uma cirurgia e consiste na formação de coágulos (ou trombos) no interior dos vasos sanguíneos das pernas e pode surgir no pós-operatório de uma cirurgia, principalmente quando é complexa ou tem uma duração muito longa.

Isso ocorre porque a imobilização durante a cirurgia faz com que o sangue fique mais “grosso”, formando os coágulos. Na maior parte dos casos, isso acontece nas primeiras 48 horas de cirurgia, mas pode acontecer até o 7º dia do pós-operatório.

Para evitar a trombose, sugerimos algumas medidas importantes:

1. Caminhar assim que possível: o paciente operado deve caminhar logo que seu médico liberar.

2. Elevar as pernas: essa técnica facilita o retorno do sangue ao coração e diminui o inchaço das pernas.

3. Exercícios com as pernas: o paciente deve movimentar os pés e as pernas, dobrando e esticando cerca de três vezes ao dia.

E-book Cirurgias do contorno corporal

4. Uso de meia elástica: o médico pode recomendar o uso de meias de compressão ainda antes da cirurgia e só devem ser tiradas para o banho, mantendo seu uso por até sete dias depois da cirurgia.

5. Usar medicações anticoagulantes: com recomendação médica, é mais um reforço no sentido de manter o sangue mais fluido e melhorar a circulação.

Fique atento às orientações do seu médico e sempre informe qualquer sintoma que possa surgir durante a sua recuperação.