A transpiração (ou sudorese) deve ser encarada como um processo normal de todo ser um humano que se manifesta, principalmente, no calor, durante a prática de atividades físicas ou até mesmo em situações bastante específicas, como ocorre em momentos de raiva, nervosismo ou medo. Trata-se de um reflexo natural que visa garantir a manutenção da temperatura corporal.

No entanto, existem casos em que o suor aparece de forma excessiva, mesmo quando o corpo está em repouso. Tal condição, denominada hiperidrose, pode decorrer de diferentes causas (fatores emocionais, hereditários ou doenças) e pode acometer diferentes regiões do corpo (axilas, palma das mãos, rosto, cabeça, sola dos pés e virilha).

suor em excesso

 

Aposto que você se lembrou daquele vestido de festa manchado de suor. Ou daquele colega de trabalho que sofre por molhar sempre sua camisa social durante o trabalho, não é? Além de embaraçosas, desconfortáveis e indutoras de ansiedade, situações como essa são capazes de perturbar diversos aspectos da vida de uma pessoa, desde a escolha da carreira e atividades recreativas até relacionamentos, bem-estar emocional e autoimagem.

Como tratar?

O importante é saber que hiperidrose tem solução e são várias as opções de tratamento disponíveis: desde cosméticos (desodorantes) e medicações via oral (forma mais branda) até o tratamento cirúrgico (para as formas mais persistentes).

Além dessas, e mais recentemente, a toxina botulínica surgiu como uma grande e eficaz alternativa por ser capaz de bloquear temporariamente os nervos que estimulam a contração das glândulas sudoríparas para a ejeção do suor. Um tratamento que pode ser feito em consultório médico, de forma rápida, eficiente e com baixo risco de complicação por meio de injeções em pontos de maior transpiração como axilas e as palmas das mãos.

Ficou interessado(a)? Tem mais dúvidas? Entre em contato conosco! Será um prazer atendê-lo(a)!