Quando conversamos sobre cirurgia nas mamas, sempre pensamos em tamanho, formato e posição, se está “caída ou não”, não é mesmo?

Mas, ao avaliar as mamas de uma paciente, é necessário observar todos os seus componentes. É a harmonia entre eles que garante um aspecto mamário agradável e bonito.

Duas estruturas são muito importantes nessa avaliação, porém pouco citadas: os mamilos e as aréolas. Quando essas estruturas se encontram desproporcionais ao conjunto, podem chamar grande atenção e causar desconforto na paciente.

Durante o exame físico, observamos se há aumento excessivo ou inversão dos mamilos, aréolas assimétricas ou com bordas irregulares, entre outras alterações.

20171002_Tempo_Posts_Outubro_Imagens_Blog_Seios

 

20171002_Tempo_Posts_Outubro_Imagens_Blog_Seios_2

 

Sinais que podem ser genéticos/congênitos ou causados por alguma situação como: doenças, cirurgias prévias ou gestações.

Nesses casos, podemos fazer a mamiloplastia e a areoloplastia, com o objetivo de simetrizar essas estruturas de acordo com o formato novo da mama. Podemos realizar:

- redução dos mamilos;

- correção dos mamilos invertidos;

- reconstrução do mamilo ausente;

- redução das aréolas;

- aumento das aréolas;

- melhor definição do contorno areolar (técnica cirúrgica ou não cirúrgica).

Se você se sente desconfortável com as aspecto dos seus mamilos e/ou aréolas, informe o seu médico. Há várias formas de melhorar seu aspecto.

Caso queira realizar esses procedimentos com a gente, é só entrar em contato através do número de WhatsApp (31) 9 9968-6444.