A infecção pelo herpes-vírus é muito comum na população, sendo uma das infecções mais prevalentes do mundo. O herpes-vírus tipo 1 se manifesta com maior frequência nos lábios, na face e na pele superior do corpo; o herpes-vírus tipo 2 afeta com mais frequência a região genital.

As lesões características são pequenas vesículas, muitas vezes agrupadas, que se rompem e podem formar uma crosta ou ferida. Pode haver dor, pinicação ou ardência no local.

A transmissão se dá de uma pessoa para outra pelo contato direto com as lesões de pele. Mesmo com o desaparecimento das feridas, esse vírus permanece “adormecido” no organismo por um tempo variável, o que chamamos de período de latência.

Alguns fatores podem reativar a infecção pelo herpes como: um stress emocional, exposição solar ou ao frio, privação de sono, alimentação ruim, uso de antibiótico e traumatismos.

Atualmente, alguns estudos têm sugerido que a alimentação pode influenciar na prevenção do herpes simples. Alimentos que ativam as defesas naturais do nosso organismo, isto é, o nosso sistema imunológico, podem diminuir a frequência das crises. Como exemplos temos:

- a vitamina C, presente nas frutas cítricas como acerola e limão;
- os alimentos ricos em ômega 3, como a sardinha e o salmão;
- os alimentos probióticos como iogurtes, leites fermentados e kefir.

Pesquisas sugerem que o aminoácido lisina evita a replicação do herpes-vírus nas células da pele e pode ser benéfico tanto para prevenção quanto cicatrização mais rápida da ferida durante a crise. Já o aminoácido arginina parece estimular a replicação do vírus, tendo efeito contrário.

Os alimentos ricos em lisina e baixos em arginina são pescados, manga, leite e derivados, mamão, abacaxi, carnes e ovos. Fica aqui a dica de alguns alimentos que podem te beneficiar se você tem esse problema.

Em caso de crise, o ideal é procurar um dermatologista para diagnóstico e tratamento correto, preferencialmente entre 24h e 48h do início dos sintomas, pois, quanto mais precoce for iniciado o tratamento, mais branda e curta tende a ser a crise.

Em alguns casos de repetição frequente das lesões de herpes, pode ser necessário um tratamento preventivo prescrito e orientado pelo seu médico.

Caso você esteja passando por isso, a Tempo pode te ajudar. Entre em contato para marcar uma avaliação, pelo Whatsapp (31) 99968-6444 ou ligue (31) 3658-6444.