A nossa pele sofre influências dos hormônios circulantes e, com a menopausa, período em que a mulher cessa seu ciclo reprodutivo, a diminuição nos níveis de estrogênio traz influências marcantes na pele.

O estrogênio contribui para a formação de colágeno, para vascularização, espessura, tônus e elasticidade da pele. Com o aumento da expectativa de vida, as mulheres vivem por mais tempo na menopausa e querem passar por esse período com qualidade de vida, cheias de saúde e com a pele bonita e rejuvenescida. É neste momento que a reposição hormonal poderá influenciar e prevenir as alterações negativas pela baixa do estrogênio.

A reposição hormonal, quando bem indicada pelo ginecologista, leva à maior hidratação, elasticidade, tônus, luminosidade e aumento de espessura da pele. Procure um ginecologista para saber mais sobre a reposição hormonal e se ela é indicada para o seu caso.

Algumas mulheres, por motivos específicos, não podem fazer reposição hormonal. Porém, o uso de cosméticos adequados também pode ajudar a tratar e melhorar a qualidade da pele nesta fase da vida. Procure um dermatologista de sua confiança. Há medicações tópicas, sem efeitos sistêmicos, que podem minimizar ou até reverter, em parte, as alterações cutâneas causadas pela baixa do estrogênio.

Para mais informações, entre em contato pelo WhatsApp (31) 9 9968-6444 ou ligue (31) 3658-6444.