A lipoaspiração é a cirurgia estética mais realizada no mundo e podem-se aplicar inúmeras técnicas e táticas cirúrgicas, que podem ser divididas em dois grandes grupos:

1 – Lipoaspiração a seco, em que não se infiltram líquidos com adrenalina na área tratada. A lipo a seco é raramente utilizada, pois promove grandes sangramentos, estando limitada, portanto, ao tratamento de áreas muito restritas do corpo.

2 – Lipoaspiração com infiltração de líquidos com adrenalina, cujo objetivo é promover a vasoconstrição da área tratada, minimizando o sangramento e aumentando a segurança do procedimento. Nesse grupo se encontram todas as outras técnicas de lipoaspiração, exceto a lipoaspiração a seco, como lipo clássica, vibrolipo, lipolaser, minilipo e hidrolipo, cada uma com suas características especiais.

Popularmente, a lipoaspiração realizada sob anestesia local e infiltração de líquido vasoconstrictor na proporção de duas partes infiltradas para uma parte aspirada é chamada de hidrolipo. Essa técnica só deve ser aplicada em lipoaspiração de pequenas áreas corporais para respeitar os limites de segurança do uso de anestésicos locais. Apresenta a vantagem de não necessitar de anestesia geral ou peridural e possui uma recuperação pós-operatória muito rápida.

Vale destacar que, na prática, toda lipo, exceto a lipo a seco, é uma hidrolipo, uma vez que se infiltra solução hídrica com adrenalina, sendo as principais diferenças o uso de equipamentos auxiliares como o laser e, principalmente, a extensão da área tratada.

Para marcar uma consulta e obter maiores informações, entre em contato pelo Whatsapp (31) 9968-6444 ou ligue (31) 3658-6444.

O dr. Thiago Degani é Cirurgião Plástico Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, especialista em cirurgias do contorno corporal e rejuvenescimento facial.