Frequentemente recebemos dúvidas sobre a cicatrização e a sensibilidade das mamas após a cirurgia.

Para começar: o que vai determinar a cicatriz em uma mama é o tipo de cirurgia e o grau de flacidez de pele. Nas mamoplastias de aumento, por exemplo, a cicatriz da mama pode ser a periareolar ou a localizada no sulco da mama. Nas mastopexias e nas mamoplastias redutoras, temos a cicatriz periareolar associada ao T invertido, em L ou apenas vertical.

O mais importante é cuidarmos para que a cicatriz tenha uma ótima qualidade e esteja bem posicionada. Dessa forma, ela fica quase imperceptível e não gera incômodo ao paciente. Outro ponto importante é que todo o excesso de pele seja retirado, para garantirmos mamas firmes e com o formato bonito e agradável.

Em relação à sensibilidade das mamas após a cirurgia, não existe um consenso. A sensibilidade da aréola pode permanecer inalterada ou pode tanto aumentar quanto diminuir. No caso das mamoplastias de aumento, a recuperação é mais rápida, geralmente ocorrendo dentro de 30 dias. No caso das mastopexias e mamoplastias redutoras, essa alteração pode ocorrer de 6 a 12 meses após a cirurgia, lembrando que são mais esperadas em pacientes que apresentam uma ptose (queda) mais acentuada das mamas.

A Tempo Cirurgia Plástica conta com cirurgiões plásticos especialistas em cirurgias das mamas.

Para agendar a sua consulta, entre em contato pelo WhatsApp (31) 99968-6444 ou ligue (31) 3658-6444.