Alguns procedimentos devem ser feitos antes de qualquer tipo de cirurgia e na mamoplastia de aumento, também conhecida como “implante de silicone”, isso não é diferente. Além da consulta, com um cirurgião plástico especializado e de referência, você também precisará submeter-se ao risco cirúrgico.

Por meio de uma série de exames, seu médico poderá avaliar com precisão suas condições de saúde e dizer se o momento é favorável para fazer o implante de silicone. Os exames clínicos realizados no risco cirúrgico também servem para orientar a equipe médica durante a cirurgia e, assim, agir com mais segurança e cuidados personalizados, quando necessário.

Quais exames são necessários antes do implante de silicone?

A paciente que vai ser submetida à mamoplastia de aumento deve realizar alguns exames clínicos antes da cirurgia, como os de sangue. Por meio do hemograma, por exemplo, é possível constatar anemias, infecções ou anormalidades plaquetárias. Outros exames que completam a lista são: coagulograma, glicemia de jejum, ureia, creatinina, IgE total e IgE específico para látex.

Os exames de imagem das mamas também são fundamentais, por isso, a paciente também deve fazer ultrassonografia e mamografia. Para completar, são pedidos os exames de urina (urina rotina e urocultura) e o eletrocardiograma.

No entanto, outros exames podem ser necessários dependendo do histórico da paciente, por isso, a consulta médica para a avaliação e preparo da cirurgia é tão importante.

Veja também: Dez conteúdos essenciais para quem deseja colocar silicone.

Alguns cuidados especiais com a sua saúde também podem ser tomados para que tudo saia conforme planejado e a sua cirurgia de implante de silicone seja um sucesso. Veja só:

- Ter uma alimentação equilibrada e saudável para fornecer ao corpo todas as vitaminas e nutrientes de que ele precisa para funcionar bem. Esse pode ser um diferencial também na sua recuperação.
- As atividades físicas contribuem para melhorar o condicionamento físico e a sua imunidade, ou seja, podem deixar o seu corpo mais forte antes da cirurgia.
- Não deixe de informar ao seu médico o uso de qualquer tipo de medicamento nos meses que antecedem a mamoplastia. Alguns tipos de remédios não devem ser utilizados no pré-operatório.
- O consumo de cigarros também requer atenção. O ideal é que não seja feito por pelo menos 30 dias antes e depois do procedimento.
- As bebidas alcoólicas devem ser evitadas durante o pré-operatório.

Outras dúvidas sobre a cirurgia de implante de silicone

Quanto tempo dura a cirurgia?
A cirurgia de implante de silicone nas mamas dura, em média, de 1 a 2 horas.

Qual tipo de anestesia é utilizado?
Três tipos de anestesia podem ser utilizados na cirurgia: a anestesia local com sedação, peridural com sedação ou geral. A melhor opção será decidida em conversa com o seu cirurgião e anestesista.

É preciso ficar internada após a cirurgia?
Poucas horas. O tempo de internação após uma cirurgia de implante de silicone pode variar de uma paciente para outra, mas normalmente a alta acontece no mesmo dia da cirurgia.

A recuperação é tranquila?
Sim, mas a paciente deve ficar em torno de uma semana afastada do trabalho e sem carregar peso por pelo menos 30 dias. Após o primeiro mês, as atividades físicas vão sendo liberadas gradualmente.

Leia também: Dez dúvidas mais comuns sobre o implante de silicone.

Ainda tem dúvidas? Entre em contato conosco pelo WhatsApp (31) 9 9968-6444.